Site institucional dos ex-funcionários do Banco do Estado de PE

Notícias

Compartilar notícia no facebook Compartilar notícia no twitter Compartilar notícia no whatsapp

Palestra sobre valores a receber do PASEP foi um Sucesso

Registramos aqui o grande sucesso que foi a Palestra sobre o RESGATE DE VALORES a receber do PASEP.

Realizada no dia 7 de dezembro, quinta-feira, pelos Advogados Dr. Jorge Santiago e Dra. Maria Eduarda, a sede da Asfabe foi literalmente invadida por Associados que buscavam se informar para posteriormente decidir o que fazer, com base em orientações seguras, claras e objetivas.

A receptividade dos associados ao tema foi muito além da esperada. A repercussão pôde ser medida pela busca de informações aos Advogados após o término da palestra.

Segue abaixo detalhamento sobre os procedimentos para aqueles colegas que desejarem entrar com ação através do escritório de Dr. Jorge Santiago e equipe.

 

PASSOS A SEREM SEGUIDOS SOBRE O RESGATE DE VALORES A RECEBER DO PASEP

Quem pode ter valores a receber?

- Beneficiários com vínculo ao PASEP no período de 1971 a 1988

Primeiro passo

- Solicitar, em qualquer agência do Banco do Brasil, o extrato microfilmado do período. Não importa o saldo atual nem a condição de vínculo empregatício.
Para tanto, é necessário apenas um documento de identificação. No caso de herdeiros, necessário também da certidão de óbito do titular do PASEP.

Segundo passo

- Após análise gratuita pelo escritório, avaliar em conjunto se é viável entrar com ação judicial. Caso haja viabilidade, vamos ao passo seguinte.

Terceiro passo

- Assinar contrato de prestação de serviços advocatícios, e entregar outros documentos (conforme CARD abaixo) que se fizerem necessários.

O pagamento se inicia com a assinatura do contrato após a análise de viabilidade.

Custo inicial: 1 salário mínimo para custear as despesas do escritório durante o tempo que durar a ação, inclusive Perito Cauculista Especializado. Para os bandepeanos, Associados ou não da Asfabe, o escritório oferece desconto de 10% sobre o valor do salário mínimo e parcelamento em até 6 meses.

Para quem fizer opção via boleto o escritório se encarregará de enviar via e-mail. Quem optar passar cartão deve se dirigir ao escritório.

Custo final: 30% sobre o valor que o autor tenha a receber.

 

Matéria da Diretora Secretária e Social
Gilca Maria da Silva

« voltar
ATENDIMENTO
Este website utiliza cookies Saiba mais sobre o termo de privacidade.

Utilizamos cookies para melhorar a sua experiência, otimizar as funcionalidades do site e obter estatísticas de visita. Saiba mais.